seria tudo mais fácil se já não sentisse o meu coração a pulsar que nem um bobo de cada vez que me olhas, como quem não tem nada mas quer tudo. seria tudo mais fácil se não me tivesse enjoado já dos 'almoços de domingo com a família', se não tivesse ouvido o que só me faz mal e se o nervosismo não me corrompesse por dentro nos últimos regressos a casa. mas esta tarde, ingenuamente, tu chamaste-me de minha querida e de repente tudo se complicou.

2 commentaires:

  1. como quem não tem nada mas quer tudo. - por vezes, escreve-se tudo numa única linda, pequena

    RépondreSupprimer

cher Joana